Avaliação do nível cognitivo e equilíbrio em idosos

Ana Cecilia Leal Brito, Rairis De Assis Aquino, Renata Ribeiro Durães

Resumo


A população idosa vem aumentando no mundo inclusive no Brasil, a nação elevada a 60 anos equivale a 8,56% dos cidadãos gerais, com aptidão a aproximar-se a 11% em 2020 e 19% em 2050. O processo de envelhecimento traz consigo vários fatores como a perda da incapacidade visual, alterações no equilíbrio e no sistema vestibular. O equilíbrio é o efeito da simetria dos sistemas: musculoesquelético, vestibular, visual e somatossensorial, que se altera com o decorrer da idade. Já com relação ao nível cognitivo, ocorrem modificações na fala e linguagem, habilidade motora e também na memória. O objetivo da pesquisa foi avaliar o nível cognitivo e equilíbrio de idosos. Trata-se de um estudo descritivo, quantitativo de corte transversal. A amostra foi composta 39 idosos frequentes na Clínica Escola de Fisioterapia Funorte. Para coleta de dados foi utilizado o questionário mini exame do estado mental MEEM para avaliar nível cognitivo e a escala de equilíbrio de BERG. A tabulação, análise e interpretação dos dados foi realizada através do software SPSS (Statistical Package forthe Social Sciences) 17. Dentre os idosos entrevistados encontrou-se um média no escore do MEEM de 23,4 e da escala de equilíbrio de Berg uma média de 50,9 e dentre os idosos entrevistados 38,5% tiveram quedas nos últimos dose meses. Os resultados obtidos na pesquisa mostram  que os idosos que sofreram queda nos últimos 12 meses tiveram  pior  equilíbrio e funcionalidade e maior risco de ocorrer quedas, observou-se também que o nível cognitivo não influenciou no equilíbrio.


Referências


ALVES, Natália Beghine; SCHEICHER, Marcos Eduardo. Equilíbrio postural e risco para queda em idosos da cidade de Garça, SP. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 14, n. 4, p. 763-768, 2011.

BECK, Amanda Pacheco et al. Fatores associados às quedas entre idosos praticantes de atividades físicas. Texto and Contexto Enfermagem, v. 20, n. 2, p. 280, 2011.

BRUCKI, Sonia MD; NITRINI, Ricardo; CARAMELLI, Paulo; BERTOLUCCI, Paulo HF; OKAMOTO, Ivan H. Sugestões para o uso do mini-exame do estado mental no Brasil. Arquivos de Neuro-psiquiatria, 2003.

CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE. RESOLUÇÃO 196/96. Diretrizes e Normas Regulamentadoras de Pesquisa Envolvendo Seres Humanos. Disponivel em:http://www.bioetica.ufrgs.br/res19696.htm, acesso dia 21-03-2016.

DA SILVA, Andressa; ALMEIDA, Gustavo JM; CASSILHAS, Ricardo C; COHEN, Moises; PECCIN, Maria Stella; TUFIK, Sergio; DE MELLO, Marco Túlio. Equilíbrio, coordenação e agilidade de idosos submetidos à prática de exercícios físicos resistidos. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 14, n. 2, p. 88-93, 2008.

DE ALMEIDA, SionaraTamanini; SOLDERA, Cristina Loureiro Chaves; DE CARLI, Geraldo Attilio; GOMES, Irênio; RESENDE, Thais de Lima. Análise de fatores extrínsecos e intrínsecos que predispõem a quedas em idosos. Revista da Associação Médica Brasileira, v. 58, n. 4, p. 427-433, 2012.

DE BARROS LIMA, Andréa Maria Eleutério et al. Delineamentos de estudos publicados em periódicos da área da saúde: uma revisão de literatura. Unimontes Científica, v. 15, n. 2, p. 64-80, 2013.

DE BRITO, Tábatta Renata Pereira; PAVARINI, Sofia Cristina Iost. Relação entre apoio social e capacidade funcional de idosos com alterações cognitivas. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 20, n. 4, p. 677-684, 2012.

DIAS, Beatriz Bastos et al. Aplicação da Escala de Equilíbrio de Berg para verificação do equilíbrio de idosos em diferentes fases do envelhecimento. Revista Brasileira de Ciências do Envelhecimento Humano, v. 6, n. 2, 2009.

DOS SANTOS, Sarah Lins; SOARES, Maria Julia Guimarães Oliveira; RAVAGNI, Eduardo; COSTA Marta Miriam Lopes; FERNANDES, Maria das Graças Melo. Desempenho da marcha de idosos praticantes de psicomotricidade. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 67, n. 4, 2014.

ESQUENAZI, Danuza; DA SILVA, Sandra R. Boiça; GUIMARÃES, Marco Antônio M. Aspectos fisiopatológicos do envelhecimento humano e quedas em idosos. 2014.

FECHINE, Basílio Rommel Almeida; TROMPIERI, Nicolino. O processo de envelhecimento: as principais alterações que acontecem com o idoso com o passar dos anos. InterSciencePlace, v. 1, n. 20, 2015.

FRON, Jack Roberto Silva, et al. "Quedas em idosos e sua relação com a capacidade funcional." Revista Latino-Americana 20.5 (2012): 927-934.

LENARDT, Maria Helena; MICHEL, Tatiane; WACHHOLZ, Patrick Alexander; DA SILVA, Borghi Ângela; SEIMA, Márcia Daniele. O desempenho de idosas institucionalizadas no miniexame do estado mental. Acta Paulista de Enfermagem, v. 22, n. 5, 2009.

MACHADO, Juliana Costa et al. Declínio cognitivo de idosos e sua associação com fatores epidemiológicos em Viçosa, Minas Gerais. Rev bras geriatr gerontol, v. 14, n. 1, p. 109-21, 2011.

MELO, Denise Mendonça de; BARBOSA, Altemir José Gonçalves. O uso do Mini-Exame do Estado Mental em pesquisas com idosos no Brasil: uma revisão sistemática. Ciência & saúde coletiva, v. 20, p. 3865-3876, 2015.

MURAKAMI, Luisa; SCATTOLIN, Fatima. Avaliação da independência funcional e da qualidade de vida de idosos institucionalizados. Revista Medica Herediana, v. 21, n. 1, p. 18-26, 2010.

PIMENTEL, Renata Martins; SCHEICHER, Marcos Eduardo. Comparação do risco de queda em idosos sedentários e ativos por meio da escala de equilíbrio de Berg. Fisioterapia e pesquisa, v. 16, n. 1, p. 6-10, 2009.

RUZENE, Juliana Rodrigues Soares; NAVEGA, Marcelo Tavella. Avaliação do equilíbrio, mobilidade e flexibilidade em idosas ativas e sedentárias. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, p. 785-793, 2014.

SILVA, Thais Lucena; MARTINEZ, Edson Zangiacomi; MANÇO, Amábile Rodrigues Xavier; JUNIOR, Antonio Pereira de Souza; ARRUDA, Mauricio Ferraz. A Associação entre a ocorrência de quedas e a alteração de equilíbrio e marcha em idosos. Saúde e Pesquisa, v. 7, n. 1, 2014.

SOUZA, Luiz Humberto Rodrigues et al. Queda em idosos e fatores de risco associados. Revista de Atenção à Saúde (antiga Rev. Bras. Ciên. Saúde), v. 15, n. 54, p. 55-60, 2017.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Endereço postal

 

Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes Pró-Reitora de Extensão Coordenação Editorial da Revista Intercâmbio

Av. Ruy Braga, Predio 05, Sala 210, Campus Universitário Prof. Darcy Ribeiro CEP: 39401-089 - Montes Claros / MG

 

Contato Principal

Daniela Imaculada Pereira Costa
Telefone: (38) 3229-8160
E-mail: revista.intercambio@unimontes.br

Secretários Executivos

Iury Veloso - Antony Willian 
Telefone: (38) 3229-8300
E-mail: revista.intercambio@unimontes.br