A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO EM SAÚDE BUCAL DE CRIANÇAS HOSPITALIZADAS

Maria José Lages de Oliveira, Carolina de Castro Oliveira, Naiara Gonçalves Fonseca Maira, Verônica Oliveira Dias, Emily Souto Martins, Eloiza Gonçalves Campos Oliveira, Karyne Gabriele Leite Alves

Resumo


Este estudo descritivo e transversal (041/2015) verificou as práticas de promoção e
educação em saúde bucal, no contexto hospitalar e, conhecimento e práticas de
cuidados com saúde bucal, adotados pelos responsáveis, durante a hospitalização
das suas crianças no Hospital Universitário Clemente de Faria (HUFC). Participaram
85 responsáveis pelas crianças hospitalizadas que assinaram o Termo de
Consentimento Livre e Esclarecido. Dados coletados através de questionário e
prontuários médicos das crianças, analisados através do SPSS®. A maioria dos
pesquisados pertencia ao sexo feminino (91,8%), relataram não ter recebido
informação sobre saúde bucal (94,1%) e não ter recebido informação sobre higiene
bucal (95,3%) durante a internação. Segundo os responsáveis, durante a internação
65,9% das crianças realizavam escovação, sendo que 57,1% a realizavam a
escovação sozinhas. De acordo com os prontuários, 57,6% das crianças faziam uso
de medicação oral líquida, 100,0% dos responsáveis afirmaram nunca ter recebido
informações sobre o açúcar contido nos medicamentos e da diminuição da saliva
ocasionada pelos mesmos. Das crianças que faziam uso de medicação oral líquida,
69,4% não realizavam higiene bucal. Evidenciou falta de acesso a informações
sobre saúde e higienização bucal dos responsáveis pelas crianças internadas no HUCF e necessidade da implementação de ações de promoção e educação em
saúde bucal no HUCF envolvendo crianças, responsáveis e profissionais da saúde.
Palavras-chave: Educação em saúde. Saúde bucal. Criança hospitalizada.




Referências


ALMEIDA TFD, TORRES AS, SILVA RA, WANDERELEY FGC, FORNSECA EM.Avaliação dos cuidados de saúde bucal em pacientes pediátricos hospitalizados. Rev. Ciênc. Méd. Biol., Salvador, v. 13, n. 1, p. 72-77, 2014.

ALTAMIRANO EHD, JEREISSATI L. A fisioterapia respiratória e o processo de hospitalização criança–mãe. Psicologia: teoria e prática 2002; 4(2):57-65.

ARAÚJO, NVP, LIÃO LM, ALCANTARA GB. Quantificação de sacarose em

formulações farmacêuticas líquidas de uso oral pela técnica de RMN de 1H. Disponível em:http://www.sbpcnet.org.br/livro/63ra/conpeex/pibic/trabalhos/NATHA000.PDF>. Acesso em: 22 set. 2016.

BARBOSA AM, RIBEIRO DM, CALDO-TEIXEIRA AS. Conhecimentos e práticas em saúde bucal com crianças hospitalizadas com câncer. Ciênc. saúde coletiva, 15(Supl. 1):1113-1122, 2010.

CORRÊA MSND. Odontopediatria na Primeira Infância. São Paulo: Liv. Santos. 1998. p. 679.

COSTA CC, ALMEIDA ICS, COSTA FILHO LC. Erosive effect of na antihistaminecontaining syrup on primary enamel and its reduction by fluoride dentifrice. Int. j. paediatr. dent. 2006;16(3):174-80

DARELA AC. et al. Hábitos e Comportamentos Familiares e a Promoção da Saúde Bucal. Rev. paul. Pediatr. 17(2):68-73, jun. 1999.

FRAIZ FC, WALTER LRF. O comportamento infantil durante a higiene bucal domiciliar e alguns fatores associados à cárie. JBP, j. bras. odontopediatr. odontol. bebê. Curitiba, v. 4, n. 21, p. 398-404, set.

/out. 2001.

GAETTI-JARDIM E, SETTI JS, CHEADE MFM, MENDONÇA JCG. Atenção

Odontológica a pacientes hospitalizados: Revisão da literatura e proposta de protocolo de higiene oral. Rev. bras. ciênc. saúde, ano 11, n 35, jan/mar, 2013.

GEBRAN MP, GEBERT APO. Controle químico e mecânico de placa

bacteriana. Revista Tuiuti: Ciência e Cultura, Curitiba, n. 26, p. 45-58, jan. 2002.

KUSAHARA DM, PETERLINI MAS, PEDREIRA MLG. Colonização orofaríngea de crianças à admissão em uma unidade de cuidados intensivos. Acta Paul Enferm, 2007; 20(4):421 -427.

LEITE F, LEITE C, ANDRÉ CORREIA A, PINTO ME. Medicamentos pediátricos e cáries dentárias – Percepções e atitudes de um grupo de tutores pediátricos em Vila Nova de Gaia. Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirugia Maxilofacial. v.52, n.4, 201, 2011.

LIMA MCPDS, LOBO INR, LEITE KVML. MUNIZ GRL, STEINHAUSER HC, MAIA PRM. Condição de saúde bucal de crianças internadas no Hospital Municipal Infantil de Imperatriz -Maranhão. Rev. bras. odontol. Rio de Janeiro, v. 73, n. 1, p. 24-9, jan. /mar. 2016.

LORENZO JL, LORENZO A. Microbiologia para estudante de odontologia.

Editora Atheneu LTDA. 2004. p 274.

MARQUEZAN M, MARQUEZAN M, POZZOBON RT, OLIVEIRA MDM.

Medicamentos utilizados por pacientes odontopediátricos e seu potencial

cariogênico. RPG, Rev. Pós-Grad. 2007; 13(4):334-9.

MASSONI ACLT, PAULO SF; FORTE FDS. FREITAS CHSM. SAMPAIO FC. Saúde bucal infantil: conhecimento e interesse de pais e responsáveis. Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr. João Pessoa, 10(2): 257-264, mai/ago 2010.

MATTEVI GS, FIGUEIREDO DR, PATRÍCIO ZM, RATH IBS. A Participação do Cirurgião-Dentista em Equipe de Saúde Multidisciplinar na Atenção à Saúde da Criança no Contexto Hospitalar. Ciênc. saúde coletiva, 16(10):4229-4236, 2011.

MEDEIROS JÚNIOR A, ALVES MSCF, NUNES JP, COSTA ICC. Experiência

extramural em hospital público e a promoção da saúde bucal coletiva. Rev Saúde Pública. 2005; 39(2):305-310.

MOLINA YH. Diagnóstico epidemiológico oral a los niños internados en el Hospital Central "Dr. Ignácio Morones Prieto". ADM; 51(4):189-92, jul.-ago. 1994.

NEIVA A, SILVA VS, MAIA LC, SOARES EL, TRUGO LC. Análise in vitro da

concentração de sacarose e pH de antibacterianos de uso pediátrico. Pesqui. bras. odontopediatria clín. Integr, 2001; 1(1):9-16.

NEVES BG, PIERRO VSS, MAIA LC. Percepções e atitudes de responsáveis por crianças frente ao uso de medicamentos infantis e sua relação com cárie e erosão dentária. Ciênc. saúde coletiva, v.12, n.5, p.1295-1300, 2007.

PIERRO VSS, ABDELNUR JP, MAIA LC, TRUGO CL. Free sugar concentration and pH of pediatric medicines in Brazil. Community dent. health. 22:180–3, 2005.

RODRIGUES VP, CARDOSO NC, ABREU TQ, NEVES MIR, LOPES FF Avaliação dos hábitos de higiene bucal de crianças durante o período de internação hospitalar. Odontol. clín.-cient., Recife, v.10, n.1, p.49-55, 2011.

SILVA MJCN, COSTA CPS, SÁ FAO, BORGES LO, SAUÁIA TS. Por que devemos nos preocupar com a saúde bucal de crianças hospitalizadas? Interagir: pensando a extensão n.14. Janeiro-dezembro 2009.

SILVA SMB, SANTOS CF. Medicamentos pediátricos e risco de cárie - uma revisão. Rev. Fac. Odontol. Bauru., n.2, p. 15-21, 1994.

XAVIER AFC, et al. Antibióticos líquidos de uso pediátrico: caracterização físicoquímica. HU Revista, Juiz de Fora, v. 37, n. 4, p.397-401, out. /dez. 2011.

XIMENES RCC, ARAGÃO DSF, COLARES V. Avaliação dos cuidados com a saúde oral de crianças hospitalizadas. Rev. Fac. Odontol. 2008;49(1).


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Endereço postal

 

Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes Pró-Reitora de Extensão Coordenação Editorial da Revista Intercâmbio

Av. Ruy Braga, Predio 05, Sala 210, Campus Universitário Prof. Darcy Ribeiro CEP: 39401-089 - Montes Claros / MG

 

Contato Principal

Daniela Imaculada Pereira Costa
Telefone: (38) 3229-8160
E-mail: revista.intercambio@unimontes.br

Secretários Executivos

Iury Veloso - Antony Willian 
Telefone: (38) 3229-8300
E-mail: revista.intercambio@unimontes.br