PROJETO TERAPÊUTICO SINGULAR NO CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL (CAPS II)

Robson Kleber de Souza Matos, Gisele Martins dos Santos, Rodrigo Marques Batista Rocha, Aldenise de Freitas Athayde, Viviane Bernadeth Granda Brandão

Resumo


O presente artigo tem como objetivo realizar uma análise crítica sobre Projeto Terapêutico Singular (PTS) em um Centro de Atenção Psicossocial na cidade de Montes Claros - MG. Para abordar essa temática e apresentar uma abrangência qualificada do objeto em estudo utilizou-se a pesquisa bibliográfica, acesso a internet por meio de artigos, documentos e legislações que tratam da temática. Além disso, foi realizada uma pesquisa qualitativa em que se articula a bibliografia referente a Projeto Terapêutico Singular com o que se têm na prática nesse dispositivo, através de uma observação participante. Com isso, foi possível potencializar esse instrumento, destacando a importância do PTS na prática cotidiana de um CAPS, visando um cuidado integral aos usuários, condizente com os preceitos da Reforma Psiquiátrica.


Referências


ANDRADE FERRAZZA, Daniele et al. A banalização da prescrição de psicofármacos em um ambulatório de saúde mental. Paidéia, v. 20, n. 47, p. 381-390, 2010.

ARRAIS, P. S. D.; BARRETO, M. L.; COELHO, H. L. L. Aspectos dos processos de prescrição e dispensação de medicamentos na percepção do paciente: estudo de base populacional em Fortaleza, Ceará, Brasil. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/csp/v23n4/19.pdf. Acesso 22 de julho de 2015.

BRAGA, Diene Santos et al. Estudo do uso racional de medicamentos por usuários do Centro de Atenção Psicossocial–CAPS III. Pharmacia Brasileira, v. 17, n. 7/9, 2005.

BIRMAN, Joel. Mal-estar na atualidade: A psicanálise e as novas formas de subjetivação. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização. Clínica ampliada, equipe de referência e projeto terapêutico singular / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização – 2. ed. – Brasília: Ministério da Saúde, 2007.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização. Acolhimento nas práticas de produção de saúde / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização. – 2. ed. 5. reimp. – Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2010. 44 p. : il. color. – (Série B. Textos Básicos de Saúde)

BRASIL. Saúde mental / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. – Brasília : Ministério da Saúde, 2013. 176 p. : il. (Cadernos de Atenção Básica, n. 34)

BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Portaria n. 3.916, de 30 de outubro de 1998. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/1998/prt3916_30_10_1998.html

BRASIL. DEPARTAMENTO DE AÇÕES PROGRAMÁTICAS ESTRATÉGICAS. Saúde mental no SUS: os Centros de Atenção Psicossocial. Ministério da Saúde, 2004.

CASTRO, Tatiana Malfará de. Atuação do enfermeiro em Centro de Atenção Psicossocial. Ribeirão Preto: EERP – USP. 114p., 2007.

DE ENFERMAGEM, Conselho Federal. Resolução COFEN Nº 358/2009: Sistematização da Assistência de Enfermagem e a implementação do Processo de Enfermagem em ambientes, públicos ou privados, em que ocorre o cuidado profissional de Enfermagem. Brasília: COFEN, 2009.

FORTE, E. B. Perfil de consumo dos medicamentos psicotrópicos na população de caucaia. Fortaleza, Ceará, 2007.

JORGE, M. S. B., Pinto, D. M., Quinderé, P. H. D., Pinto, A. G. A., de Sousa, F. S. P., & Cavalcante, C. M. (2011). Promoção da Saúde Mental–Tecnologias do Cuidado: vínculo, acolhimento, co-responsabilização e autonomia.Promotionof Mental Health–Technologies for Care: emotionalinvolvement, rteception, co-responsibilityandautonomy.

KANTORSKI, Luciane Prado et al. Descrição de oferta e consumo dos psicofármacos em Centros de Atenção Psicossocial na Região Sul brasileira. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 45, n. 6, p. 1481-1487, 2011.

____________. Medicação pactuada como recurso terapêutico no processo de trabalho de um CAPS: contribuições para a enfermagem. Texto & Contexto Enfermagem, v. 22, n. 4, p. 1022-1029, 2013.

LIMA, A.B.D. – Interações medicamentosas. v. 1, p. 13-17, 1995.

MÂNGIA, E. F.; BARROS, J. deO. Projetos Terapêuticos. Rev. Ter. Ocup. Univ. São Paulo, v. 20, n. 2, p. 85-91, maio/ago. 2009

MENDES-GONÇALVES RB. Tecnologia e organização social das práticas de saúde. São Paulo: Hucitec; 1994.

NOELLE, L. - Bioethics and 21st century, view point of the jurist. Presse Med, v. 31, n. 12, p. 565-570, 2002.

OLIVEIRA, G. N. O projeto Terapêutico e a mudança nos modos de produzir saúde. São Paulo: Aderaldo & Rothschild Ed., 2008.

PEREIRA, A. D. A., & Vianna, P. C. D. M. Saúde mental. Belo Horizonte:Nescon/UFMG, Coopmed,2009

PRADO, Danda. O que é família. São Paulo: Abril Cultural: Brasiliense, 1985.

SANTOS, A.M.;ASSIS, M. M. A;NASCIMENTO, M. M. A;JORGE, M.S.B. Vínculo e autonomia na prática de saúde bucal no Programa Saúde da Família. RevSaude Publica; 42(3):464-470, 2008.

SILVEIRA, MARILIA R, ALVES, MARILIA. O enfermeiro na equipe de saúde mental – o caso dos CERSAMS de Belo horizonte. Revista Latino – Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, v. 11, n. 5, Ribeirão Preto, outubro 2003, Disponível em: http://scientificcircle.com. Acesso em 22 de Junho de 2015.

SOARES, Régis Daniel et al. O papel da equipe de enfermagem no centro de atenção psicossocial. Esc Anna Nery RevEnferm, v. 15, n. 1, p. 110-5, 2011.

SOUZA, Luiz Gustavo Silva e PINHEIRO, Luciene Bittencourt.Oficinas terapêuticas em um Centro de Atenção Psicossocial: álcool e drogas. Aletheia [online]., n.38-39, pp. 218-227, 2012.ISSN 1413-0394.

VELOSO, F. B. et al. Oficinas terapêuticas do Centro de Atenção Psicossocial II do município de Montes Claros: percepções de usuários e seus familiares. Revista Saúde em Debate- Rio de Janeiro, v. 37, n. especial, p. 82-91, 2013. Disponível em: http://cebes.com.br/site/wp content/ uploads/ 2014/06/RSD_EspecialDrogas_REV2905_Web.pdf. Acesso em 29 de junho de 2015.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Endereço postal

 

Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes Pró-Reitora de Extensão Coordenação Editorial da Revista Intercâmbio

Av. Ruy Braga, Predio 05, Sala 210, Campus Universitário Prof. Darcy Ribeiro CEP: 39401-089 - Montes Claros / MG

 

Contato Principal

Daniela Imaculada Pereira Costa
Telefone: (38) 3229-8160
E-mail: revista.intercambio@unimontes.br

Secretários Executivos

Iury Veloso - Antony Willian 
Telefone: (38) 3229-8300
E-mail: revista.intercambio@unimontes.br