FOCOS DE AEDES AEGYPTI EM UMA INSTITUIÇÃO DO ENSINO SUPERIOR: PESQUISA-AÇÃO

Senhorita Maria de Fátima Fernandes Santos Silva, Gustavo Mendes dos Santos, Patricia Alves Paiva, Rosangela Barbosa Chagas, Beatriz Resende Marinho da Silveira, Orlene Veloso Dias

Resumo


O objetivo desse trabalho é relatar a experiência de estudantes e professores na busca por focos e possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti. Trata-se de estudo descritivo na modalidade relato de experiência, a partir da realização da atividade denominada “Ação em Saúde” no âmbito de uma instituição pública de ensino superior do norte de Minas Gerais. A busca por focos do mosquito ocorreu entre fevereiro a maio de 2016. Contou com a participação de estudantes e professores do 3º período do Curso de Graduação em Enfermagem integrantes do Projeto de Extensão Atenção Primária à Saúde. Encontrou-se expressivo número de possíveis criadouros do mosquito, quantidade significativa de lixo espalhado pelo terreno, lixeiras com água acumulada, entulhos, telhas quebradas, garrafas, latas de refrigerante, sacolas plásticas e copos descartáveis, cisterna e esgoto a céu aberto e algumas espécies de plantas. A equipe elaborou relatório e enviou para o responsável pela instituição. Pode-se concluir que ao desenvolver a “Ação em Saúde” na instituição de ensino, deparou-se com um cenário alarmante pela presença de possíveis focos e risco. O Projeto de Extensão Atenção Primária à Saúde possibilitou a integração entre ensino e extensão, e propiciou a aplicação do conhecimento adquirido em sala de aula em prol da comunidade.

Palavras-chave: Epidemia. Aedes. Educação em saúde.




Referências


ALVES, ZMMB; SILVA, HGFD. Análise qualitativa de dados de entrevista: umaproposta. Paidéia. Ribeirão Preto , n. 2, p. 61-69 , Julho, 1992 . Disponível em . Acesso em 16 de Março de 2017

BOGAZ, C.; HACK, J. Oficina debate desafio do combate Aedes aegypti. Agência de Saúde [Online]. Publicado em Agosto de 2016. Disponível em http://combateaedes.saude.gov.br/. Acesso em 25 de Agosto de 2016.

BRASIL. Ministério da Saúde. Ministério da Saúde confirma relação entre vírus Zika e microcefalia. Brasília (DF): 2015. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/cidadao/principal/agencia-saude/21014-ministerio-da-saude-confirma-relacao-entre-virus-zika-e-microcefalia. Acesso em 07 de dezembro de 2016.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria - Executiva. Subsecretaria de Planejamento e Orçamento. Plano Nacional de Saúde (PNS: 2012-2015 / Ministério da Saúde. Secretaria-Executiva. Subsecretaria de Planejamento e Orçamento) Brasília: Ministério da Saúde, 2011. Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/biblioteca/Relatorios/plano_nacional_saude_2012_2015.pdf Acesso em 07 de dezembro de 2016.

BRASIL. Ministério da saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim epidemiológico, vol.47, nº 37, 2016. Disponível em http://portalsaude.saude.gov.br/images/pdf/2016/outubro/18/2016-029-Dengue-publicacao-n-34.pdf. Acesso em 07 de dezembro de 2016.

BRASIL. Ministério da saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Guia de Vigilância em saúde. Brasília: Ministério da saúde, 2014. 812. Disponível em http://portalsaude.saude.gov.br/images/pdf/2014/novembro/27/guia-vigilancia-saude-linkado-27-11-14.pdf. Acesso em 01 de dezembro de 2016.

BRASIL. Ministério da Saúde. Vigilância em Saúde: dengue, esquistossomose, hanseníase, malária, tracoma e tuberculose. Brasília: Ministério da Saúde, 2008.

DANTAS ES. Avaliação da influência de algumas características do criadouro e da água na frequência de formas imaturas e no tamanho e peso de adultos do mosquito Aedes aegypti no Rio de Janeiro [Dissertação Online]. Rio de Janeiro: Instituto Oswaldo Cruz, Mestrado Medicina Tropical. Instituto Oswaldo Cruz. 2011-2103p. Disponível em http://157.86.8.8/reports/mestrado_bibcb/edson_s_dantas_ioc_mt_0012_2011.pdf. Acesso em 07 de dezembro de 2016.

FRANCO, MAS. Pedagogia da Pesquisa-Ação. Educação e Pesquisa. São Paulo, v. 31, n. 3, p. 483-502, set./dez. 2005. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/ep/v31n3/a11v31n3.pdf. Acesso em 15 de março de 2017.

GREY, DE. Pesquisa no mundo real: Métodos de Pesquisa. 2º edição. Artmed. Porto Alegre, RS. Disponível em: https://books.google.com.br/books?hl=ptBR&lr=&id=uQSpDAAAQBAJ&oi=fnd&pg=PA1&dq=analise+de+dados+de+pesquisa+a%C3%A7%C3%A3o&ots=dtXcvY2ULs&sig=ax2wq1kiWZCu00Cu95bgpNYTD0#v=onepage&q=pesquisa%20a%C3%A7%C3%A3o&f=false. Acesso em 16 de março de 2015.

Jornal Gazeta Norte Mineira - GAZETA. Disponível em: http://www.gazetanortemineira.com.br/noticias/cidade/comeca-a-campanha-nacional-de-combate-ao-aedes-aegypti Acesso em 16 de março de 2017.

Passi D, Sharma S, Dutta SR, Ahmed M. Zika virus diseases – The new face of an ancient enemy as global public health emergency (2016): Brief review and recent updates. Int J Anterior Med [online], v:8; n:6; 2017 . Disponível em http://www.ijpvmjournal.net/temp/IntJPrevMed816-7421136_203651.pdf acesso em 15 de março de 2017.

PREFEITURA DE MONTES CLAROS, Minas Gerais, Brasil. Período do ano requer maiores cuidados no combate ao Aedes aegypti. 2017. Disponível em http://www.montesclaros.mg.gov.br/agencia_noticias/2017/jan-17/not_11_01_17_36.php Acesso em 16 de março de 2017.

SANTA CATARINA. Governo do estado. Secretaria de Estado da Saúde. Sistema Único de Saúde. Superintendência de Vigilância em Saúde. Dengue. Orientações Técnicas para Pessoal de Campo. Adaptado do Manual de Normas Técnicas do Ministério da Saúde. Produzido em Agosto/2007. Revisão em Junho/2015. Disponível em http://www.dive.sc.gov.br/conteudos/zoonoses/dengue/Manual%20Revisado%2005jan.pdf. Acesso em 07 de dezembro de 2016.

SILVA VC, et al., Diversidade de criadouros e tipos de imóveis frequentados por Aedes albopictus e Aedes aegypti. Rev. Saúde Pública, São Paulo, v. 40, n. 6, p. 1106-1111, Dez. 2006 . Disponível em . Acesso em 07 de Dezembro de 2016.

Universidade Estadual de Montes Claros-UNIMONTES. Relatório Unimontes em Números. 2015. Disponível em http://www.unimontes.br/relatoriogestao/2015/numeros.html#carouselNumeros. Acesso em 15 de março de 2017.

VALLE D; PIMENTA, DN; AGUIAR, R. Zika, dengue e chikungunya: desafios e questões. Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília , v. 25, n. 2, p. 419-422, Jun 2016 . Disponível em: http://dx.doi.org/10.5123/s1679-49742016000200020. Acesso em 04 Dezembro de 2016.

VASCONCELOS, Pedro Fernando da Costa. Doença pelo vírus Zika: um novo problema emergente nas Américas?. Rev Pan-Amaz Saude, Ananindeua , v. 6, n. 2, p. 9-10, jun. 2015 . Disponível em . Acesso em 15 março 2017.

WORLD HEALTH ORGANIZATION - WHO. Dengue and severe dengue. Media centre. Factsheets. 2016. Disponível em http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs117/en/. Acesso em 07 de dezembro de 2016.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Endereço postal

 

Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes Pró-Reitora de Extensão Coordenação Editorial da Revista Intercâmbio

Av. Ruy Braga, Predio 05, Sala 210, Campus Universitário Prof. Darcy Ribeiro CEP: 39401-089 - Montes Claros / MG

 

Contato Principal

Jussara Maria de Carvalho Guimarães
Telefone: (38) 3229-8160
E-mail: revista.intercambio@unimontes.br

Daniela Imaculada Pereira Costa
Telefone: (38) 3229-8160
E-mail: revista.intercambio@unimontes.br

Secretário Executivo

Icaro George Lanzarini Pimentel
Telefone: (38) 3229-8300
E-mail: revista.intercambio@unimontes.br